terça-feira, 18 de dezembro de 2007


Porque a vida não volta atrás, vale mais sermos construtores do nosso futuro, que sermos vítimas do nosso passado !...

quarta-feira, 5 de dezembro de 2007


A pureza de um dia


A riqueza de um afago no olhar
A firmeza dos corpos tangível
A largueza das mãos a sonhar
A nobreza das almas invisível

Hoje escrevo sobre a pureza
De um dia simples que acabou
De um Mundo sem tristeza
E que em pensamentos ficou

quarta-feira, 28 de novembro de 2007


Não vale a pena perder as pequenas alegrias da vida ... Enquanto se busca a grande felicidade!...

sexta-feira, 23 de novembro de 2007


Decidir é preciso!... Mais vale decidir e errar, do que não decidir!...

quarta-feira, 7 de novembro de 2007


Sonhos

Um objectivo é convicção
O futuro faz-se a sonhar
Por vezes é uma confusão
Por onde a vida quer andar

De Viver não devemos fugir
Porque Sonhar não é ilusão
Viver é querer e poder sentir
O que nos vai no coração

segunda-feira, 29 de outubro de 2007

quinta-feira, 18 de outubro de 2007

Prémio atribuído pela "Papoila" e pela "Um Momento"


Os meus agradecimentos "Papoila" e "Um Momento".

Sonhos do Passado

Ó Sonhos meus de outrora
Vistos pelo meu coração
Onde vos encontrais agora
Que não sei onde estão!?...

Olhava para o céu e sonhava
Cantava p`ro sol sorridente
Com o mar eu brincava
Pensava que até era “gente”

Ainda ontem eu menino
A viver de sonhos cheios
Hoje é o saco pequenino
De sonhos...dos sonhos meios

quinta-feira, 11 de outubro de 2007


Água?...

Água fresca e sedenta
TU por vezes fazes mal
Misturam em ti pimenta
Ou servem-te com sal

Pela água eu me guio
E ao sabor do coração
Se não tem cor ,confio!
se sabe... não bebo não!...


Onde bebo é que apareço
Nunca ponho na cabeça
Água que não mereço!...

quarta-feira, 10 de outubro de 2007

PRÉMIO BLOG SOLIDÁRIO


Olá a todos,
Foi-me atribuído o Prémio Blog solidário pela
Whispers in night , o que mt me honra e me deixa contente. È suposto eu nomear um conjunto de Blogs que eu ache que mereçam este prémio. Assim sendo e correndo o risco de subverter a intenção deste prémio ou de ser injusto nomeio todos os blogs cujos os donos me visitaram e que deixaram a sua opinião no poema “dores de alma”.



CONDIÇÕES ORIGINAIS

Prémio Blog Solidário:"Existen muchos premios y galardones con prestigio y solera a lo largo del planeta que se otorgan a personas que hayan resaltado por alguna técnica o actividad.Siguiendo la moda de los premios blogger en la blogosfera, he tenido la idea de hacer uno dedicado a los blogs que destacan o han destacado en alguna ocasión por su solidaridad con los demás, tanto a nivel general como individual. Creo que se merecen una especial distinción y debemos demostrarles nuestro agradecimiento y cariño en este mundo en el que corre mucho egoísmo e indiferencia.Además, gracias a estos blogs solidarios podemos promocionar una vez más la blogosfera.Las condiciones para otorgarlo son las siguientes:1º Escribir un post mostrando el PREMIO y citar el nombre del blog que te lo regala y enlazarlo al post que te nombra. (De esta manera se podrá seguir la cadena).2º Elegir un mínimo de 7 blogs que creas que se han destacado alguna vez por ayudar, apoyar y compartir. Poner sus nombres y los enlaces a ellos. (Avisarles).3º Opcional. Exhibir el PREMIO con orgullo en tu blog haciendo enlace al post que escribes sobre él y lo otorgas a otros.

quarta-feira, 3 de outubro de 2007


DORES DE ALMA

Meu pensamento á solta
É nuvem que vai errando
O que passou e não volta
Por muito que vá chorando

Bem dentro do meu ser
Grande segredo existe
Ninguém o pode saber
Só eu sei o quanto é triste

Momentos de névoas e muros
Não os conto a ninguém
São meus estão seguros
Dores que a alma contém

segunda-feira, 24 de setembro de 2007


EM MIM ESCREVI…

O teu nome escrevi no mar
Com gestos cuidados no ar
Na vida que quisemos sonhar
Colando o meu em teu olhar
O teu nome escrevi a cantar
Carinhos que soube te dar
Abraços e beijos sem parar
Palavras e gestos de fazer corar
O Teu nome escrevi a brincar
Em mim onde quiseste ficar
Agora aqui estou eu a pensar
Em gestos perpétuos de amar

terça-feira, 11 de setembro de 2007


SEGREDOS

Há coisas que nunca direi
Segredos do coração
Julgo que nem eu sei
O local onde estão

Há palavras que são segredo
E segredos que não o são
Palavras ditas a medo
Bem recheadas de emoção

Tantas coisas queria dizer
Tantas coisas que não direi
Ninguém poderia entender
Coisinhas que só eu sei

quarta-feira, 5 de setembro de 2007


Tudo está ligado a tudo!!!
Tudo está ligado a tudo...Nada acontece por acaso!

Todas as alegrias vêm de uma garganta
Todas as madrugadas são espaços para a vida
O jovem que se droga... morrendo
O homem que se mata ...vivendo
Tudo está ligado a tudo...Nada acontece por acaso!
Tudo sentir de maneiras diferentes
Nada entender de tanta gente igual
A noite que nos empurra para o sonho acordado
O sonho que não se consegue atingir
Tudo está ligado a tudo...Nada acontece por acaso!
Rir de quem tanto chora de dor
Chorar de tanto rir da vida
A inconsciência adormecida da aurora perdida
A perda refreada da vida já ida
Tudo está ligado a tudo...Nada acontece por acaso!

quarta-feira, 29 de agosto de 2007


Delírio

Missão hirta e fria na escuridão das horas
Tão terrosa é a realidade
Que vida está acima das desgraças ?
Até as trevas falam do que não conhecem
Pois por mais duro que seja o coração dos homens
Têm sempre um ponto fraco...Por onde entra a ternura!
Se o Diabo põe e Deus dispõe
Porque é que a luz doirada do sol
É absorvida pelo Bafo gelado colado á boca?
Porque é o céu mais alto e silencioso do que o costume ?
Porquê a sua vaga mansidão de brancura?
Agarra o gume das palavras erradas que cortam
E nunca firas a tua boca …
Arrefece as veias... Na fogueira do amor escaldante!

segunda-feira, 27 de agosto de 2007

VOLTEIIIII

olá a todas(os),
Aqui estou eu para dizer que voltei, embora até este momento não tenha tido mt tempo para olhar para este blog e para responder a todos os vossos comentários, que desde já agradeço.
Beijinhos e abraços

quinta-feira, 12 de julho de 2007




O AMOR E A PAIXÃO

Poderia fazer aqui uma tentativa de poema com versos lindos com ou sem rima, mas não... não o farei!... Vou deixar-vos aqui algumas observações acerca deste sentimento que rege a vida, e restringir-me ao amor entre um homem e uma mulher.
O AMOR é o sentimento mais bonito da vida, pode-nos dar a vida, tal como nos pode levar á morte, em casos extremos. Que grande prova de amor é dar a vida por quem se ama, ou até por quem não se conhece . Amor pode ser prazer, felicidade, dor e raiva. Situações de Amor exacerbado existem que apagam a lucidez, a lógica e a capacidade de raciocínio de todos nós, isso costumamos chamar de PAIXÃO. A Paixão pode ser algo de assustador e de bom ao mesmo tempo, porque nos deixa “doidos” e com perda parcial da nossa liberdade, e simultaneamente nos deixa extasiados perante o ser amado, e por vezes perante o Mundo.
Para quem tenha dúvidas a PAIXÃO só é possível sentir-se por uma pessoa de cada vez, enquanto o amor pode existir por mais que uma pessoa. Quem se apaixona abre-se para o outro sem garantias nenhumas, dá-se sem nada esperar. Nada de melhor no mundo existe que dois seres mutuamente apaixonados. Paixão é expor sentimentos, é arriscar ser rejeitado...é expor-se perante o Mundo, é poder sentir-se ridículo por tanto gostar!... A paixão é algo de passageiro, e está para a vida assim como o orgasmo para uma relação sexual, ninguém consegue ter um orgasmo dias a fio , senão morreria de prazer, o que até não seria uma má maneira de morrer. A paixão pode durar horas, dias, meses ou pouquinhos anos nos mais persistentes, mas um dia a magia desaparece e fica o AMOR, que é o que sobrou da Paixão, satisfeito o desejo e colocados os pés no chão. Amar é carinho, compreensão, camaradagem, conhecimento mútuo, respeito, etc. Ninguém vive apaixonado a vida toda, e quem pensa que o faz conseguiu enganar-se a si próprio, o que até é capaz de ser bom.
Queria aqui relembrar que quem reprime as suas paixões é escravo da razão, e não irá longe... será vitima de recalcamentos vários.
Também eu amei, amo e amarei as pessoas e o Mundo, mas paixões... essas não sei ... também aconteceram ...! As paixões acontecem quando menos se espera!...Estai preparados, porque sem raciocínio ou estais preparados ou correis o risco de cometer graves faltas. Mas não tenhais medo de amar e de vos apaixonar, pois mais vale amar e sofrer do que não saber o que é amar!... Nós somos livres para arriscar a nossa vida, o nosso amor o nosso coração...

quarta-feira, 11 de julho de 2007


Tristeza...

É não conseguir falar e não te poder olhar...
É parte da minha alma deixar de andar
É chorar para dentro sem lágrimas deitar
É um estado de alma, é barreira a ultrapassar
Tristeza também é criança a sofrer
É alguém que em nós mora perder
É continuar a andar sem querer
É estar vivo e procurar morrer
Tristeza pode ser inspiração
Pode ser um grito ou uma canção
Pode ser dor grande no coração
Ou para te escrever ter uma razão

terça-feira, 10 de julho de 2007


Olhar em frente...

Ofereço-vos meus sonhos...que ainda não tive
Dou-vos um carinho suave na alma
Reparai no olhar simpático das árvores
Entendei o sol adormecido no céu
Todo o dia é vida...
Visto-me de alegria e com a alma que melhor me fica
Agradeço á rua que comigo brinca
Vale a pena estar aqui...

sexta-feira, 6 de julho de 2007


Hoje

Hoje o som roufenho de um rádio é inspiração
Hoje o meu corpo é de pedra moldada de verde
O verde rodeia-me...sinto-lhe o cheiro
O escuro ali fora protege os mesmos que são indefesos
Tenho o coração granitado e fresco...Pintado pela noite
Meus lábios aveludados podem ser tão doces quanto selvagens
A noite escorre-me das mãos...E encosta-se a mim
Hoje sinto um cheiro que julgava perdido
Oiço as palavras que deviam despertar-me
Nem um movimento esboço... Estou insensívelmente blindado
Cansam-me as futilidades esforçadas e as mentiras obstinadas
Hoje estou aqui... E aqui sinto que poderei ser tudo o que quiser...
Reluz-me o olhar cristalino da lua que não vejo
Graciosamente vejo esvoaçar um raio inexistente
Será que me passei?!...
Sorrio de corpo ausente...
Hoje a alma está acordada demais
Hoje poderia dizer tanta coisa... Coisas...Só coisas
Algumas que gostava de esquecer...Outras que gostava recordar
Hoje só quero o que não sei...
Porque hoje não sei quem sou eu...
Hoje as minhas mãos côncavas
Amordaçaram inconvenientemente o tempo
Hoje sou dono do mundo... Bailo com o vento
Choro com o luar...Nado na luz escura
Hoje não sou eu...Mas também não sei quem sou...
Hoje sou o meu sonho....


















Paixão!!
Paixão é amor em construção
É faca que corta a dobrar
É uma doce alucinação
Que nos bloqueia o pensar
Pode ser força a brilhar
Pode ser Transgressão
É viver como a sonhar
É uma gigante sensação
Pode desesperar o coração
Pode ser a tristeza do olhar
Mas quem sente a Paixão
Sabe o quanto dói amar...

ESCREVI O TEU NOME

O teu nome escrevi no mar
Com gestos cuidados no ar
Na vida onde fizemos sonhar
Colando o meu em teu olhar
O teu nome escrevi a “cantar”
Carinho que soube deslizar
Beijei-te quase a suplicar
Em gestos de fazer corar
O Teu nome escrevi a brincar
Em mim onde quiseste ficar
Agora aqui estou a pensar
Em gestos perpétuos de amar

quinta-feira, 5 de julho de 2007


A POESIA E A MENSAGEM

Um bom poema deve-nos encantar!
Dar-nos a impressão... de sobre nós falar!...


Poesia não é só... e apenas rimar...
É palavras com força saber jogar
Poesia é do mundo e do imaginário falar
Com palavras redondas como que a cantar

O Poeta como um artista se deve tratar
Pessoa sensível que se não quer calar

A obra de arte é para se observar
E na sua mensagem ficar a pensar!...

quarta-feira, 4 de julho de 2007



Sonhos do Passado

Ó Sonhos meus de outrora
Vistos pelo meu coração
Onde vos encontrais agora
Que não sei onde estão?!...

Olhava para o céu e sonhava
Cantava p`ro sol sorridente
Com o mar eu desenhava
Pensava que até era “gente”

Ainda ontem eu menino
A viver de sonhos cheios
Hoje é o saco pequenino
Dos sonhos...de sonhos meios

terça-feira, 3 de julho de 2007












Amor morto

Burro marido
Olha com espanto
Que o teu encanto
Foi em tempos teu

Tua cabeça dura
Está em guerra
Triste na Terra
Que aconteceu?!

Mexem-se os ares
Secam as dores
Morrem as flores
E o Amor morreu!!
ILUSÃO



Hoje abri o meu peito
E tirei-lhe o coração
Lá coloquei uma pedra
Dura até mais não

Agarra-me minha vida
Que só de ti eu sou rei
Cura-me esta ferida
Que dói que só eu sei

Na dor adormecida
Meu triste coração
Perdeu assim a vida
Entendeu a ilusão




Uma Mulher... Um Amor ... Um Poema ... Uma vida ...Não podem ser abstractos!!!